Atualmente, a presença das marcas nas redes sociais tornou-se quase obrigatória, não só para criar engagement entre os públicos-alvo como para evidenciar a vantagem competitiva de uma marca em relação às suas concorrentes. Mas isso não significa que qualquer publicação vai ter o resultado esperado… É preciso definir e otimizar os conteúdos a publicar nas várias redes, adaptando sempre a linguagem ao tipo de publicação planeada. Apresentamos um conjunto de boas práticas para aumentar os gostos, comentários e partilhas no Facebook.

 

1. PUBLICAR REGULARMENTE

Definir uma periodicidade regular de publicação no Facebook (e cumpri-la!) é fundamental para ser a marca top of mind entre os fãs e para criar uma rotina na mente dos seguidores da página, que desta forma ficarão na expectativa para descobrir o novo conteúdo que será publicado. Dificuldades no planeamento mensal de conteúdos? Utilizar eventos relacionados com festividades, estações do ano e dias temáticos ajuda a manter a página sempre atualizada e em sintonia com a época.

 

2. ESCOLHER O MELHOR DIA E HORÁRIO

Sim, existem dias e horários comprovadamente melhores para publicar nas redes sociais (há vários estudos realizados sobre o tema, como podem ler neste artigo). No Facebook, os dias da semana são os melhores para fazer publicações, principalmente durante os horários da manhã e da tarde em que habitualmente se fazem as pausas do trabalho. No entanto, importa não esquecer que o sucesso das publicações depende sempre do tipo de negócio e cada público-alvo tem hábitos de consumo diferentes. Por isso, convém testar vários dias e horários de publicação, analisando o nível de interação conseguido em cada caso, para descobrir o que funciona melhor para a marca. 

 

3. UTILIZAR IMAGENS CATIVANTES

Não é por acaso que se diz que “uma imagem vale mais do que mil palavras”. O uso de uma imagem apelativa, relacionada com aquilo que se pretende comunicar, pode aumentar até 2,3 vezes o nível de engagement de uma publicação (podem ver mais dados nesta publicação da Hubspot), além de aumentar para 65% a retenção da informação três dias mais tarde! O ideal é ir variando o tipo de conteúdos visuais, alternando entre posts com fotografia, imagem, GIF, vídeo ou infografia.

 

4. SER RELEVANTE

Não basta publicar conteúdo engraçado ou esteticamente interessante: os posts têm de ser relevantes para o público-alvo, que está constantemente a atribuir valor à informação que recebe, avaliando se vale a pena investir o seu tempo em determinada publicação. Isto significa que os fãs de uma marca no Facebook querem ver conteúdos com os quais se identificam e que mostram que a marca os conhece bem. Desta forma, facilita-se a interação com as publicações e potencia-se a partilha das mesmas, aumentando o seu alcance.

 

5. MANTER A SIMPLICIDADE

Não há nada mais importante do que o princípio “KISS: Keep It Simple, Silly”. As publicações com menos de 250 caracteres têm até 60% mais interação (gostos, comentários e partilhas) do que os posts maiores. Não esquecer que a simplicidade é válida também para as imagens escolhidas para acompanhar o texto.

 

6. SER AUTÊNTICO

Quando uma pessoa se torna fã de uma marca no Facebook e escolhe seguir a sua página, significa que se identifica com a marca e que se reconhece na sua linguagem e no tipo de conteúdos publicados. Por isso, é essencial ser sempre genuíno e coerente nos posts, adotando um tom de voz e uma só identidade em todas as publicações efetuadas (não só nas redes sociais como em todos os meios de comunicação da marca!).

 

7. INTERAGIR COM O PÚBLICO

Se for pedido aos fãs que partilhem, gostem ou comentem determinada publicação é muito mais provável que o façam, afinal de contas a natureza humana é colaborativa. Estatísticas comprovam que colocar uma questão aumenta em 100% a quantidade de comentários comparativamente a um post com texto apenas. Não esquecer que, caso seja pedido determinado tipo de interação, será preciso dar resposta (atempadamente!) às questões levantadas, seja nos comentários, seja na caixa de entrada.

 

8. PROPORCIONAR ENTRETENIMENTO

As redes sociais devem fazer parte de uma estratégia integrada de comunicação, que serve diversos propósitos. Além de veicular informação sobre a marca e os seus produtos e serviços, é importante incluir no planeamento conteúdos criados com o objetivo principal de entreter. Seja com fotografias engraçadas, memes, GIF ou vídeo, o importante é a marca perceber o que funciona melhor para o seu público.

 

9. SER EDUCATIVO

Tão importante como entreter é informar e educar os públicos-alvo. Os fãs das marcas no Facebook adoram receber informação útil, dicas e sugestões que possam aplicar na sua vida quotidiana. Checklists, infografias e guias passo-a-passo são conteúdos excelentes para partilhar. Existe algum conteúdo da marca que pode ser transmitido sob a forma de infotainment (informação + entretenimento)? Perfeito: assim une-se o melhor dos dois mundos!

 

10. ANALISAR O FEEDBACK DO PÚBLICO-ALVO

Regra número 1 de qualquer estratégia de comunicação: analisar sempre o que foi implementado. A única maneira de descobrir o que funciona e o que tem de ser melhorado é avaliando o que foi feito, o que resultou e o que falhou. A capacidade de adaptação é a ferramenta básica de sobrevivência de qualquer profissional e, quanto mais cedo for detetada a necessidade de mudança, mais cedo se poderá começar a atingir resultados mais satisfatórios.

 

Mais importante do que obter gostos e partilhas nas publicações é criar uma verdadeira oferta de valor para os fãs. O inbound marketing gira em torno do conteúdo e do uso que os potenciais clientes lhe podem dar.

Subscrever Newsletter

Selecionamos os melhores updates, case studies, artigos e outros recursos exclusivos.

A PRIMARIU usa as informações fornecidas para entrar em contacto sobre conteúdos, serviços ou outras ofertas, sendo possível remover a subscrição a qualquer momento.