"Não encontro o meu website nos motores de pesquisa – ou até aparece, mas mal colocado entre os resultados". Nestes casos, o mais provável é a estratégia SEO precisar de uma reavaliação. Mas, na prática, o que quer isto dizer?

 

Sabemos que 93% de todo o tráfego começa com uma pesquisa e isso significa, pois, que as oportunidades de alcançar novos visitantes – e de os transformar em clientes – podem simplesmente estar a voar pela janela. Aqui reunimos cinco sinais de que é hora de repensar a estratégia SEO:

 

1. TRÁFEGO ORGÂNICO BAIXO

O tráfego orgânico está em baixo? Não podemos culpar o Google. Este é um dos pilares de qualquer website, devendo, por isso, representar uma grande fatia da aquisição de visitantes. Só em Portugal, o tempo médio de carregamento dos websites mobile ultrapassa os 10,2 segundos. Ora, segundo a análise do Google, 53% das visitas são abortadas se o website demora mais de 3 segundos a carregar. De facto, não temos muito tempo para causar uma primeira impressão e isso nota-se no tráfego orgânico.

 

2. RANKING ESTAGNADO NOS MOTORES DE BUSCA

Uma posição no ranking que não sobe é um indicador de que algo não está bem na saúde da estratégia SEO. No seguimento do ponto anterior, uma das principais vantagens de melhorar a velocidade do website é a evolução da posição nos motores de busca, que vai potenciar mais visitas e, em consequência, mais conversões.

 

3. INCUMPRIMENTO DAS BOAS PRÁTICAS GOOGLE

Abrir o email e ver uma destas notificações do Google é mau sinal. Certamente não é um cenário comum, mas, quando acontece, é porque uma das guidelines foi infringida. Antes de comprometer todo o trabalho de otimização, recomendamos a análise destas boas práticas.

 

4. POUCAS CONVERSÕES ORGÂNICAS

Visitas, leads ou vendas: o objetivo das marcas é converter. Se essa conversão for orgânica, tanto melhor, já que se traduz por menores custos – na maioria das vezes – e indica que tanto atuais como potenciais clientes encontram o website.

 

5. DIFERENTES RESULTADOS NOS RANKINGS MOBILE E DESKTOP

Se um website consegue bons resultados nas pesquisas por desktop, mas fica aquém das expectativas em mobile, o melhor é repensar a estratégia SEO. Aliás, a nova indexação mobile-first do Google mostra que experiência do utilizador mobile é uma clara prioridade e não deve, por isso, ser colocada de parte.

 


 

Mas atenção: a lista de sinais não fica por aqui e, para uma melhor compreensão, recomendamos uma análise em detalhe a toda a envolvente digital do website.

Subscrever Newsletter

Selecionamos os melhores updates, case studies, artigos e outros recursos exclusivos.

A PRIMARIU usa as informações fornecidas para entrar em contacto sobre conteúdos, serviços ou outras ofertas, sendo possível remover a subscrição a qualquer momento.