São muitos os empresários que utilizam o ecommerce. Estas plataformas provaram ser o catalisador necessário ao crescimento de muitas marcas. Enquanto alguns vêm o negócio a fluir, outros ainda acreditam que criar um negócio online “é fácil, barato e dá milhões”. Aqui enumeramos 6 pensamentos que comprometem um negócio ecommerce:

 


 

1. "A PLATAFORMA ONLINE NÃO DÁ TRABALHO"

Um negócio ecommerce leva tempo a crescer. Dado ser um recurso cada vez mais em voga, também o mercado se torna competitivo. Por esta razão, para se lucrar com um negócio online, é preciso investir tempo e considerar vários aspetos fulcrais à sustentabilidade do negócio, até porque um único erro no processo poderá resultar no abandono do carrinho de compras.

 

2. "O CLIENTE É QUE CHEGA ATÉ MIM"

Para sobreviver no ramo digital não basta ter um produto e expô-lo na "montra", esperando que as pessoas comprem. É preciso promovê-lo e impulsionar o trafego no website: pensar no conteúdo presente nos títulos das páginas de categoria, nas descrições de cada produto ou nas mensagens partilhadas em redes sociais. Um conteúdo envolvente educa, inspira e convence o consumidor.

 

3. "O DESIGN É SECUNDÁRIO"

Quando falamos em vendas online, o conteúdo é, sem qualquer dúvida, importante, mas a aparência e a funcionalidade são fundamentais. Quando acedemos a um website, a nossa primeira impressão é visual e só depois passamos ao resto. O website é a porta de entrada - e de saída - dos compradores. Para se assegurar que o número de entradas supera o de saídas, é vital recorrer a um web design criativo e funcional.

pexels-photo-326424.png

 

4. "QUERO TODA A INFORMAÇÃO DE UMA SÓ VEZ"

Sabe aqueles formulários extensos e aborrecidos que surgem quando estamos a fazer compras online? Por serem inconvenientes, podem fazer com que o comprador perca o interesse e desista da compra. De acordo com o Visual Website Optimizer23% dos consumidores reconhece que abandonaria o carrinho de compras caso se sentisse forçado a tornar-se membro do website e a preencher uma série de informações além da morada e dos contactos. Para facilitar este processo, pode sugerir ao cliente que se ligue rapidamente ao website através de um botão de login via Facebook, por exemplo. Para reunir informações úteis acerca dos seus clientes, pode, sim, utilizar formulários, mas mais curtos e em diferentes momentos do processo de compra. Simples, prático e rápido.

 

5. "O TEMPO DE ESPERA É IRRELEVANTE"

Hoje não temos tempo a perder. Vamos à Internet, procuramos o produto que queremos e desejamos que o ato de compra seja rápido e fácil. Certo? De facto, estudos da KISSmetrics comprovam que 40% dos utilizadores abandonam um website que demora mais que 3 segundos a carregar. Quer isto dizer que, se o tempo de espera for demorado, o mais provável é o potencial comprador desistir da compra e procurar noutro website mais rápido. O truque aqui é otimizar o ato de compra num máximo de 3 cliques. Um website rápido facilita a experiência de utilizador (UX), o que leva a mais conversões.

tempo carregamento website negócio ecommerce

 

6. "QUALQUER PLATAFORMA SERVE"

A escolha da plataforma ecommerce é talvez uma das etapas mais desafiantes de todo o processo de criação de um negócio online. É indispensável pensar além dos desafios imediatos de uma empresa e analisar necessidades específicas de front end e back end. De forma geral, podemos garantir que a plataforma ideal é aquela que satisfaça as necessidades atuais e futuras, pelo menos a médio prazo. A plataforma ideal deve, pois, estar preparada para evoluir com o negócio - ser escalável - e pronta para incorporar as mudanças tecnológicas que não param de surgir.

 


 

A lembrar: a cada obstáculo que superamos, estamos um passo mais próximos de atingir o sucesso. Boas vendas!

Subscrever Newsletter

Selecionamos os melhores updates, case studies, artigos e outros recursos exclusivos.

A PRIMARIU usa as informações fornecidas para entrar em contacto sobre conteúdos, serviços ou outras ofertas, sendo possível remover a subscrição a qualquer momento.